Os maiores provedores de TV paga nos EUA – representando cerca de 95% do mercado – perderam cerca de 1.325.000 assinantes de vídeo líquido no 1T 2019, em comparação com uma perda líquida pro forma de cerca de 305.000 assinantes no 1T 2018.

Esses números do Leichtman Research Group (LRG) confirmam outros relatórios recentes sobre as perdas contínuas das plataformas tradicionais de TV paga. O primeiro trimestre de 2019 marcou o pior já registrado para o corte de cabos, com mais de 1,1 milhão de unidades em fuga , segundo a BTG Research. E o informitv Multiscreen Index informou que os provedores de TV dos EUA escoam 1,28 milhão de assinantes no primeiro trimestre de 2019.

Quando o assunto é Brasil, não é diferente, e é exatamente por isso que cada vez mais a lista IPTV setembro 2019 vem ganhando espaço, e de uma forma mais do que alastrante.

Os principais provedores de TV por assinatura respondem por cerca de 87,8 milhões de assinantes – sendo que as seis maiores empresas de TV a cabo têm 46,7 milhões de assinantes de vídeo, serviços de TV por satélite 28,3 milhões de assinantes, as principais empresas de telefonia 8,9 milhões de assinantes e as maiores publicamente. vMVPD) serviços de TV paga 3,9 milhões de assinantes.

As principais conclusões do trimestre incluem:

  • Os serviços de TV por satélite perderam cerca de 810.000 assinantes no 1T 2019 – comparado a um prejuízo líquido de 375.000 assinantes no 1T 2019. As perdas líquidas de DTH foram maiores do que em qualquer trimestre anterior, marcando o quarto trimestre consecutivo de recorde. perdas líquidas de DTH.
  • As seis principais empresas de cabo perderam cerca de 335.000 assinantes de vídeo no 1T 2019 – comparado a uma perda de cerca de 285.000 assinantes no 1T 2018.
  • As principais operadoras de telefonia perderam cerca de 105.000 assinantes de vídeo no 1T 2019 – comparado a uma perda de cerca de 50.000 assinantes 1T 2018.
  • Os serviços da Internet entregues (vMVPD), Sling TV e DirecTV Now, perderam cerca de 75.000 assinantes no 1T 2019 – em comparação com cerca de 405.000 adições líquidas no 1T 2018.
  • A AT & T teve um prejuízo líquido de cerca de 625.000 assinantes em seus três serviços de TV paga (DirecTV, AT & T U-verse e DirecTV Now) no 1T 2019 – comparado a um ganho líquido de aproximadamente 125.000 assinantes no 1T 2018.

Confira a imagem referente a isso, na íntegra:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *